Fumbel e Secult firmam parceria para o restauro e a requalificação do Cemitério da Soledade

Fumbel e Secult firmam parceria para o restauro e a requalificação do Cemitério da Soledade

A Fundação Cultural do Município de Belém e a Secretaria de Cultura do Pará assinaram esta semana um acordo de cooperação técnica visando o restauro e a requalificação do Cemitério da Soledade. A possibilidade de devolver à sociedade um espaço tão importante como esse, mostra que tanto a prefeitura de Belém como o Governo do Estado têm como meta a preservação da nossa história e memória”, celebra o Presidente da Fumbel, Michel Pinho. 

Fundado em 1850, as atividades de sepultamento do primeiro cemitério de Belém foram encerradas no final do século XIX. Em 1964, ele foi tombado como patrimônio arquitetônico, urbanístico e paisagístico da cidade pelo IPHAN. Interditado pela Defesa Civil desde março deste ano, o espaço foi mais um da capital que sofreu com o abandono e o descaso das gestões anteriores.

“É a primeira vez que o Cemitério receberá uma reforma integral, do muro ao pórtico, incluindo a capela, o caminho central e a iluminação. Vamos devolver à cidade um espaço importante para discutirmos a história de Belém”, conta o Presidente da Fumbel. 

Além do restauro, o espaço passará por um processo de requalificação, o que significa dizer que receberá novos significados e usos. Como parque público, com placas explicativas e caminhos educativos, o Cemitério da Soledade será mais um ponto de lazer e turismo na cidade. Com arquitetura inspirada no estilo romântico dos cemitérios europeus, a arte cemiterial ali presente é reflexo direto do poder econômico da capital durante o Ciclo da Borracha e uma rica fonte de nosso patrimônio e memória. 

O projeto já está em fase de planejamento e esta etapa deve durar cerca de 120 dias. As obras, que se iniciam na sequência, estão previstas para durar 12 meses.

Compartilhe esta notícia:
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Notícias relacionadas: